Espuma, glitter, confete e serpentina: produtos devem ser usados com cuidado para não prejudicar a visão, alerta oftalmologista

Photo caption

Durante o carnaval, muitos foliões utilizam produtos que podem de alguma forma prejudicar a visão.

Espumas, glitters, confetes e serpentinas devem ser usados com cuidado para a diversão não ser interrompida.

Para te ajudar a curtir a maior festa popular do Brasil com tranquilidade, o temmais.com separou algumas dicas de segurança. Todas foram divulgadas por Juliana Bento, especialista em oftalmologia geral e glaucoma.

Espumas

As espumas utilizadas no carnaval, quando em contato com os olhos, podem causar inflamação da córnea e da conjuntiva, o que pode gerar sensação de ardência, dor e vermelhidão ocular. Sempre que essa espuma for manipulada, o ideal é lavar e secar bem as mãos. Se houver o contato nos olhos, é recomendado lavá-los com água em abundância e procurar um serviço oftalmológico de urgência para avaliação.

Glitter

O glittler também pode causar problemas nos olhos. Por ser partícula, ele pode aderir na córnea e na conjuntiva e causar sensação de areia nos olhos, além de vermelhidão ocular. Se aderido à parte interna das pálpebras, pode causar “desepitelização” da córnea e da conjuntiva, que é como uma arranhadura. A desepitelização, além da sensação de desconforto ocular e vermelhidão, pode predispor o olho a agentes infecciosos, como as bactérias.

Confetes e serpentinas

Se lançados com forte intensidade e muito próximos dos olhos, confetes e serpentinas podem causar desepitelização e inchaço da córnea, além de “uveites” traumáticas. Esses quadros podem gerar, além de dor e vermelhidão ocular, piora da visão.

Óculos de sol

O uso de óculos escuros é recomendado em qualquer exposição prolongada ao sol. Eles devem conter proteção ultravioleta, uma espécie de barreira que bloqueia a passagem dos raios UVA e UVB. Esses raios podem ter efeitos a curto e longo prazo em nossos olhos.

A curto prazo podem causar fotoceratite, queimadura da córnea pela luz. Essa queimadura pode trazer vermelhidão e dor ocular intensa, além de embaçamento visual.

A longo prazo, por exposições repetidas e prolongadas ao sol, podem favorecer o crescimento de lesões como o pterígio, aquela lesão carnosa que cresce sobre os olhos, além de problemas na retina.

Assim, mais do que um acessório, os óculos escuros são importantes para a saúde. Sempre se recomenda que os mesmos tenham boa procedência e apresentem certificado de proteção UVA e UVB acima de 98%.

Para quem não sabe se seus óculos escuros têm esse nível de proteção, recomenda-se levar os óculos ao consultório oftalmológico ou a uma ótica, onde existem equipamentos que realizam essa medida.

Pomadas

Recentemente, viralizaram os casos de piora temporária da visão e irritação ocular causada por pomadas modeladoras utilizadas nos cabelos.

Qualquer produto químico não oftalmológico tem o potencial de causar queimadura química na córnea se tiver o contato direto com o globo ocular. Essa queimadura pode levar a desepitelização da córnea, expondo suas camadas mais profundas, e também ao inchaço da córnea, trazendo dor e irritação ocular e o embaçamento visual temporário.

Atualmente, a Anvisa investiga se o problema das pomadas modeladoras está em algum item de sua composição, na forma do seu uso ou se há alguma interação com a água, pois alguns pacientes relataram os sintomas quando os cabelos com pomada foram molhados. Enquanto a investigação ocorre, por cautela, as pomadas modeladoras foram retiradas de circulação

Source: temmais.com
Thanks! Your subscription
has been successfully issued
Error occurred